Sobre coisas infinitas

O infinito é algo pouco compreendido pela mente humana. O que é algo infinito?  Segundo o Wikipedia, o infinito é um adjetivo que denota algo que não tem início nem fim, ou não tem limites, ou que é inumerável.

Levando este conceito em consideração, números inteiros positivos não são infinitos, visto que eles possuem um início: 1.

E o tempo? Tempo é infinito? Se o Big Bang for considerado o início de tudo e tudo o que ocorreu antes dele é ignorado pela ciência, também podemos dizer que o tempo não é infinito. Mesmo que ele corra para sempre, sem fim, ele não é infinito, pois também possui um início: algo em torno de 13,8 bilhões de anos atrás.

E o espaço? O espaço é infinito? Ignorando o atrito do ar e outros fatores, se um objeto em qualquer ponto da Terra iniciar seu movimento em velocidade abaixo da velocidade de escape e não houver nenhum obstáculo que o faça parar, ele irá se mover para sempre, pois a Terra é redonda e não possui bordas. Isso faz com que o espaço seja infinito? A resposta é não, pois na verdade o objeto estaria no mesmo ponto inicial quando completasse exatamente uma volta.

E a distância entre dois pontos? Pode ser infinita? Qual é a distância entre a Terra e o Sol? Cerca de 150 milhões de quilômetros. E a distância entre São Paulo e Nova Iorque? 7680 quilômetros. E a distância entre São Paulo e Rio de Janeiro? 435 quilômetros. E a distância entre a Sé, marco zero de São Paulo e a Igreja da Sé, situada na mesma praça? Talvez algo em torno de 20 metros. E a distância entre seu nariz e sua boca? Talvez 1 centímetro. E a distância mínima entre duas raízes de cabelo na sua cabeça? Talvez menos 1 milímetro. E a distância máxima entre 2 elétrons num átomo de hélio? Cerca de 62 picômetros, onde cada picômetro equivale a 0,000000000001 metro.

Considere que 1 picômetro é também o equivalente a 1000000000000 yoctômetros. E ainda temos algo como o Comprimento de Planck, que é um espaço de 1,6 × 10−35 m e corresponde à distância que a luz percorre no vácuo durante um tempo de Planck. O comprimento de Planck desempenha uma função importante na física moderna, pois para comprimentos inferiores a este, tanto a mecanica quântica, como a relatividade geral deixam de conseguir descrever os comportamentos de partículas. Espaços inferiores ao comprimento de Planck têm sido alvo de exaustiva investigação na busca de uma teoria unificadora da relatividade com a mecânica quântica.

Podemos dizer que o Comprimento de Planck é a menor distância possível entre 2 pontos, então entre eu e você teremos um número grandíssimo dessa distância, mas sim, ainda é um número finito.

Mas e quando formos capazes de irmos mais ainda à fundo e conseguirmos quebrar esta distância em valores ainda menores? Existem objetos no universo menores que esta distância? Um dia saberemos. Mas por enquanto podemos dizer que uma distância pode ser quebrada em infinitas partes e o que nos impede de saber cada vez mais é o fato de ainda não sermos capazes tecnologicamente.

O mesmo acontece com números, existem infinitos números entre o número 3 e 4. É algo difícil de compreender, mas sim, o infinito está em todos os lugares, na sua frente, no seu corpo, no que você come, no seu gato.

Menos no nosso dinheiro, 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s